História

Os 150 anos da Comuna de Paris - Conferência debate

Assinalando os 150 ANOS DA COMUNA DE PARIS, a UPP - Universidade Popular do Porto promove uma conferência-debate com Guilhermino Monteiro no dia 21 de Julho, quarta-feira, às 18.00h sobre essa experiência inovadora da criação e ação de um governo dos trabalhadores e das classes populares durante 72 dias em 1871.

Realizando-se na sede da UPP no formato presencial, com lotação limitada, e por videoconferência, a participação é livre mas sujeira a inscrição prévia com envio de e-mail para upp.secretaria@gmail.com

Inscreva-se indicando a opção presencial ou online.

-----------------------------------------

Os trabalhadores, os que tudo produzem e que nada usufruem, os que sofrem a miséria no meio da acumulação dos produtos, fruto do seu labor e do seu suor, deverão continuar a ser alvo de afronta? Nunca mais lhes será permitido trabalhar para a sua emancipação sem levantar contra eles um concerto de maldições? A burguesia, sua antecessora, que levou a cabo a sua emancipação há pouco mais de três quartos de século, que os precedeu na via da revolução, não compreende que hoje chegou a vez da emancipação do proletariado?

Este excerto do Journal officiel, de 21 de Março de 1871, a poucos dias da proclamação da Comuna, revela bem o grau de consciência de classe, de consciência política e até de consciência da História, a que tinha chegado o operariado parisiense. Entre a Festa da liberdade conquistada e a Tragédia das vidas humanas ceifadas em combate, permanecem como exemplo ntemporal, como legado para as gerações de hoje, a honra, a dignidade, a força do carácter revolucionário dos trabalhadores e trabalhadoras, soldadoscidadãos e cidadãs que quiseram, num «assalto aos céus» construir uma nova realidade humana.

Tema:

Data: 
Quarta, Julho 21, 2021 - 18:00

Um homem que mudou a forma de pensar e de agir sobre o mundo

Assinalando os 200 anos do nascimento de Friedrich Engels, a UPP promoveu no dia 22 de Outubro uma conferência de Guilhermino Monteiro subordinada ao tema “Friedrich Engels - O homem e a obra”.
Professor de História do ensino básico e secundário e estudioso de temas sobre o marxismo, Guilhermino Monteiro desenvolveu a sua intervenção sobre os diferenciados aspectos da acção de Engels.
Começando por abordar a questão prática, ou seja a entrada na ação política que Engels, juntamente com Marx, desenvolveu durante mais de 40 anos, Guilhermino Monteiro centrou-se depois na apresentação de algumas obras, incluindo textos de Engels surpreendentemente dedicados a Portugal e incluídos numa pequena brochura que apresentou no fim.
Nessa brochura, intitulada “ENGELS NO CONSELHO GERAL DA INTERNACIONAL – AIT, 1870-1871 durante a guerra franco-alemã e a Comuna de Paris e outros textos”, são transcritas duas cartas do jovem Engels onde confessa o deleite de ler “Os Lusíadas” e onde considera que Portugal é uma nação muito respeitável.
Editada pela UPP, esta brochura pode ser adquirida em papel na secretaria da UPP ou descarregada em pdf em https://www.upp.pt/drupal/node/404
Guilhermino Monteiro evidenciou através do estudo das obras e da ação de Friedrich Engels que este, caminhando desde muito jovem em direcção ao movimento operário, desenvolveu juntamente com Karl Marx um pensamento e uma ação que marcaram decisivamente a história e a forma de olhar o mundo nos últimos 175 anos.

Mais fotografias em https://www.facebook.com/UniversidadePopulardoPorto/

Tema:

Conferência "Fredrich Engels- O homem e a obra"

Assinalando os 200 anos do nascimento de Fredrich Engels, cujo pensamento e ação marcaram decisivamente a história e a forma de olhar o mundo nos últimos 175 anos, a UPP promove em 22 de Outubro de 2020 uma conferência sobre "Fredrich Engels - O homem e a obra", apresentada por Guilhermino Monteiro, professor de História dos Ensinos Básico e Secundário e estudioso de temas sobre o marxismo.

22 de outubro de 2020 - Quinta-feira -18 horas

Conferência em formato presencial e por videoconferência.
Entrada livre, sujeita a inscrição prévia para upp.secretaria@gmail.com
Todas as inscrições serão confirmadas pela UPP para o e-mail remetente.
As participações presenciais serão limitadas ao espaço, de acordo com as orientações de segurança estabelecidas pelas autoridades sanitárias.

Durante a sessão será feita a apresentação da brochura de Guilhermino Monteiro “ENGELS NO CONSELHO GERAL DA INTERNACIONAL – AIT, 1870- 1871 durante a guerra franco-alemã e a Comuna de Paris e outros textos”.

Friedrich Engels é um personagem fascinante, mas pouco conhecido. Assumindo conscientemente um papel menor perante o seu amigo Marx, a sua ação prática e teórica foi todavia decisiva no estabelecimento dos princípios doutrinários do marxismo, na organização do movimento operário internacional e na promoção das lutas de libertação dos povos da opressão colonial. Por isso mereceu que a História o colocasse ao lado de Marx e Lenine, reconhecendo assim o seu legado à Humanidade
Falando várias línguas, escritor, tradutor, caricaturista, estudante de composição musical, atento ao avanço das ciências, especialista na arte da guerra, foi um combatente revolucionário.

Tema:

Data: 
Quinta, Outubro 22, 2020 - 18:00

HISTÓRIA DA GUERRA COLONIAL

CURSOS DA UPP

HISTÓRIA DA GUERRA COLONIAL
Prof. Jorge Ribeiro
Terças-feiras às 16H30

Em finais dos Anos 50, o colonialismo português apodrecia de forma notória no contexto internacional. Em África, os povos que subjugamos durante séculos começaram a reagir de forma intensiva ao trabalho forçado. E, em pouco tempo, os eternos escravos já faziam greves. A reação em Lisboa foi partir para a guerra, rapidamente e em força. Para os portugueses foi o pior acontecimento político-militar do século 20. Para os africanos, a estratégia inimiga dos massacres abria a porta dos genocídios. Hoje, sessenta anos depois, quarenta e cinco dos quais em liberdade e democracia, os compêndios escolares não explicam nada sobre os milhares e milhares de mortos, dos dois lados, em três frentes de uma guerra inútil. Os livros sobre esta página da História tornaram-se «incómodos» para as prateleiras e montras das livrarias.
A Universidade Popular do Porto – UPP - regressa no corrente ano letivo a este tema tão importante da nossa biografia coletiva. O curso sobre HISTÓRIA DA GUERRA COLONIAL é apresentado pelo Professor Jorge Ribeiro, investigador do Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto, autor de várias obras sobre a Guerra Colonial. É Antigo Combatente.

Mais informações na secretaria da UPP (226098641 upp.secretaria@gmail.com)

INSCREVA-SE

(foto noticiasdaguerra.com)

Tema:

ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA - DEBATE COM SILVESTRE LACERDA

Assinalando os 150 anos da abolição da escravatura no império português, a UPP vai promover no dia 7 de dezembro na sua sede (Rua da Boavista, 736 – Porto) um debate sobre a questão da escravatura orientado por Silvestre Lacerda, Diretor do Arquivo Nacional da Torre do Tombo e membro da direção da UPP.
Nos últimos anos, muito se tem dito sobre as lutas abolicionistas em Portugal e no mundo e sobre o tráfico de escravos, nomeadamente de África para a Europa e para as Américas. Mas nem sempre é a verdade que ecoa desses ditos.
Esta iniciativa não pretende explorar os diferentes momentos históricos em que se desenvolveu o tráfico de escravos, mas centrar-se no longo processo da abolição da escravatura, com especial incidência nos debates parlamentares ao longo do séc. XIX e nas vicissitudes jurídico-institucionais que culminaram com a publicação do decreto da sua abolição em Portugal, a 25 de fevereiro de 1869.

Tema:

Data: 
Sábado, Dezembro 7, 2019 - 16:00

Os Caminhos da Social-Democracia Europeia

Os caminhos da social-democracia europeia

A Editora Página a Página e a Universidade Popular do Porto têm o prazer de o(a) convidar para a sessão de apresentação da obra Os caminhos 
da social-democracia europeia de António Avelãs Nunes, no próximo dia
12 de Abril, sexta-feira, pelas 17.45 horas. A sessão conta com a presença do autor e apresentação
 de Sérgio Ribeiro.

Páginas

Subscribe to RSS - História